REITOR DA UNIMONTES FALA DE “COMPAIXÃO” NO HOSPITAL AROLDO TOURINHO

O reitor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Professor Padre Antonio Alvimar Souza ministrou, na manhã desta terça-feira (15/10), palestra sobre o tema “Compaixão”, no auditório do Instituto de Inovação e Pesquisa em Saúde (IPS) do Hospital Aroldo Tourinho, como parte da programação para registrar o “Dia Mundial dos Cuidados Paliativos”.  A data visa chamar atenção para o direito que todas as pessoas com uma doença grave têm de receber o atendimento de cuidados paliativos adequados dentro da política pública de saúde.

A abertura do evento foi feita pelo provedor do HAT, professor Paulo César Gonçalves de Almeida, e contou com as presenças dos diretores do Aroldo Tourinho, Antônio Batista Medeiros (financeiro), Ana Paula Lopes Santos Guerra (assistencial), Zilá Aparecida Soares Pereira (inovação e qualidade) e Cássio André de Souza Vieira (técnico) e, também, da superintendente do Hospital Universitário Clemente de Faria, Príscilla Izabella Fonseca Barros de Menezes, bem como dos diretores clínico e de enfermagem do HUCF, Romero Iago Freitas Mendes e Tadeu Nunes Ferreira, respectivamente, além de gerentes, coordenadores, supervisores e colaboradores das duas instituições.

De acordo com professor Antonio Alvimar, é de grande importância recuperar o ser humano como um ser de totalidade, numa perspectiva mais holística e em todas as suas dimensões. Ele explica que um dos fatores de adoecimento da sociedade é o descuido. “Cada vez mais as pessoas se sentem solitárias, abandonadas e descuidadas. Então é preciso recuperar o cuidado, pois somente teremos seres saudáveis se o homem aprender a desenvolver a cultura do cuidado em sua vida”, diz o reitor da Unimontes.

“Porque não somos apenas um objeto utilitário momentâneo. Somos uma grande construção histórica. Além disso, temos valores importantíssimos que precisam ser resgatados para que contribuam para uma construção de humanidade diferente. Penso que o esquecimento desses valores nos torna brutos, insensíveis e pessoas que têm uma percepção muito limitada do nosso entorno. Precisamos ser pessoas que olham com mais cuidado, carinho e sensibilidade ao que está em nossa volta”, acrescenta.

Ao se manifestar no final do evento, o provedor do Hospital Aroldo Tourinho destacou que, “na verdade, não tivemos uma palestra específica sobre compaixão e, sim, nos foi oferecida pelo professor Antonio Alvimar uma verdadeira aula de amor”.  Segundo o provedor, “as orientações extraídas da palestra vão contribuir de forma expressiva para aperfeiçoar o cuidado na assistência às pessoas que são acolhidas em nosso hospital principalmente em fase classificada como terminal”.

“Foi, sob todos os aspectos, uma aula magnífica, proferida pelo Magnífico Reitor da Unimontes, Professor Padre Antonio Alvimar. Uma palestra absolutamente irretocável e marcante e por isso mesmo, mereceu todos os aplausos e o reconhecimento de quem teve o privilégio de comparecer ao evento”, ressalta o professor Paulo César de Almeida.

Para o provedor, a presença do reitor da Unimontes e da direção do Hospital Universitário Clemente de Faria no evento organizado pelo Hospital Aroldo Tourinho contribui para o estreitamento e fortalecimento das relações institucionais, pois “é indispensável que estejamos cada vez mais unidos para oferecermos uma assistência digna e de qualidade à população”.


TAGS:   Bem estar,  News,  Newsletter,  Notícias,  Responsabilidade Social,  Saúde